Ficha Técnica

Ascensão (Crônicas dos Orcs Negros #1)
Autor: Thiago Drumond
Editora: Autor Independente
Ano: 2016
Páginas: 196

Sinopse

No sul do continente de Kargeth, cercado por montanhas, está a região de Deserto Negro, a terra natal dos Orcs Negros. Dentro do deserto, encontra-se a Cidade do Oásis, governada pelo atual líder, que é corrupto.
A aliança entre Elfos, Anões e Homens oprime todas as outras raças de Kargeth. Devido ao preconceito, os Orcs Negros foram marginalizados.
No meio dessa miséria, surge um guerreiro que preza pela honra acima de tudo: ele é Blorgk, um orc negro que, com a ajuda de seus amigos, toma o poder para eles e tenta melhorar a qualidade de vida de seu povo. Além disso, pretendem reconquistar os Campos Verdejantes, um território ao norte de Deserto Negro que foi tomado pelos Homens na última guerra.
Será que Blorgk e seus amigos conseguirão manter o controle da Cidade do Oásis? Será que outras raças se juntarão a eles para finalmente lutarem por uma vida digna?

Resenha

Adentramos no continente de Kargeth, mais precisamente no Deserto Negro, local onde agora vivem os Orcs Negros, sob forte opressão de Tardash.

Nosso protagonista é Blorgk, que não é o orc mais forte, porém é o mais inteligente, persuasivo, idealista e “humanista” que já pude presenciar em uma leitura.

Nesse livro, temos a possibilidade de ver com outros olhos a vida comum que os orcs levam. Conhecemos suas famílias, forma de sobrevivência, como funciona o comércio entre eles, a interação com as demais raças e até mesmo a divisão de classes sociais.

Eles deixam de lado aquele papel de seres perversos e sem escrúpulos para se mostrarem seres comuns, com sentimentos e ideais plausíveis.

A narrativa se inicia freneticamente, com cenas de combates que são bem descritas pelo autor e deixam tudo muito real. Há até mesmo uma orc fêmea nas batalhas.

Ao longo da história, depois de vários corpos ao chão, Blorgk consegue algumas alianças bem sucedidas e outras nem tanto. Para entender o porquê, você terá que ler.

Quando os personagens necromantes e mágicos entram em cena, transbordam a realidade das batalhas do livro.
A propósito, o autor inseriu uma espécie na trama que eu nunca havia visto em outras obras e confesso que fui surpreendida.

Quero ressaltar o capricho do autor com essa obra: a ilustração da capa é muito bonita, diagramação perfeita, o que faz a leitura fluir. Em cada início de capítulo há uma ilustração, os mesmos são bem divididos, o que também colabora para não perder o ritmo.

O autor me deixou querendo ler o livro seguinte, pois algo acontece, do meio para o final da trama, que me fez pensar se o protagonista irá continuar no caminho correto ou desviará seu caráter, mesmo que inconscientemente.

Adorei a proposta de um livro focado na vida dos Orcs. Cheguei a ficar com pena deles, diante de suas diversas dificuldades no convívio em sociedade. Na verdade, durante a leitura, comparei a obra à nossa vida, às alianças políticas e à troca de favores, que são feitas em benefício e conforto próprios e onde sempre tem alguém no topo querendo tomar vantagem, pisando em cima dos demais.

O livro é curto, muito intenso e mostra muito do potencial da escrita do autor. Pra quem ama batalhas frenéticas, esse livro é um prato cheio.

Esta é uma trama envolvente, que tem que ser lida por você! Mais uma obra nacional com muita qualidade e criatividade.

Para adquirir a obra acesse Amazon