Para todos aqueles que, como nós da Taverna, aguardam a conclusão da crônica do matador do rei!

 

Noite outra vez. Estou em silêncio, e é um silêncio dividido em três partes.

A parte mais conhecida é amada por muitos e depreciada por aqueles que desconhecem o nome do silêncio. Se houvesse explicação, ela se perderia tentando fazer com que ouvidos normais fossem capazes de entender a loucura. Se houvesse razão, saberíamos o porquê de uma obra inacabada ser tão completa.

Dentro de mim há mais uma parte. Uma imensa ponte, que une em completude o início do silêncio ao seu não fim.

O terceiro silêncio é fácil de se notar. Está não só em mim, mas em nós. Em todos que aguardam, alguns com paciência, outros nem tanto. Esses últimos falam, pedem… imploram. E apesar de todo barulho, há o silêncio. Jamais triste, por vezes frustrado, sempre aguardado.

De todos nós é a Pousada Marco do Percurso. Somos viajantes e esperamos o fim de uma jornada que, para sempre, nos unirá.

onomedovento7