Saudações, Viajantes!

Estou passando por um momento gênero Suspense já perceberam né?! Então mais uma resenha do gênero foi escrita por mim hoje! O Lado Escuro da Madrugada do autor Roberto Giacundino está na Taverna!

 

 

Ficha Técnica

Nome do livro: O Lado Escuro da Madrugada
Autor: Roberto Giacundino
Editora: Pandorga
Ano: 2017
Páginas: 272

 

 

 

 

Sinopse

Sandra Garcia é uma jornalista conhecida por seu ótimo faro investigativo. Agora ela se encontra diante da mais intrincada trama de sua carreira: um colega de emissora é assassinado logo após receber um prêmio por uma campanha contra todo tipo de preconceito. Uma abotoadura com uma suástica em relevo é encontrada perto do corpo.

Esse é apenas o primeiro de uma série de assassinatos que desafia a polícia e a própria Sandra, que decide tomar o caso para si e passa a investigar por conta própria. Percorrendo diversos pontos da cidade de São Paulo, acompanhada de três aliados: o irmão da vítima, um suposto pretendente e um jovem hacker, Sandra vai destrinchando cada pista enquanto luta contra seu passado e recebe ameaças de morte.

Com uma trama repleta de suspense, reviravoltas e um final de gelar o sangue, ‘O lado escuro da madrugada’, é um romance vigoroso que ficará na memória do leitor muito tempo após virar a última página.

 

Resenha

O cenário de fundo para esta obra é a nossa tão amada cidade de São Paulo. Sempre digo que quando os autores usam lugares reais em suas histórias faz tudo ser muito mais verdadeiro e eu particularmente gosto demais!

Nossa protagonista Sandra Garcia saiu do interior deixando sua vida pacata para trás e se tornou uma jornalista muito respeitada e admirada em todo o mundo e na noite de sua tão esperada premiação no Teatro Municipal, seu amigo de emissora Evandro Jordel é assassinado, e ao lado de seu corpo, Sandra encontra uma abotoadura com uma suástica.

Simão é irmão de Evandro, eles são negros, publicitários bem sucedidos e sócios, juntos fizeram uma campanha contra a discriminação racial, o qual também foi  um trabalho digno de premiação na noite em questão no Teatro Municipal, o que tornou toda a situação ainda mais estranha.

O detetive do caso chama-se Matarazzo, ele pede para que Sandra não se envolva na investigação, visto que se trata de uma pessoa próxima a ela, porém mesmo assim ela começa a investigar por conta própria com a ajuda do HD (o melhor hacker que trabalha na emissora), Fábio um novo membro da equipe de jornalismo e Simão, juntos descobrem coisas muito relevantes nas profundezas da Deep Web.

Durante essas investigações Fábio e Sandra acabam se aproximando cada vez mais e expondo suas inseguranças, mas será que Fábio também não pode ser um possível suspeito?

Durante a leitura várias cenas me chocaram bastante, mas uma em especial me deixou bem abalada e aflita, esta cena acontece no banheiro de um barzinho de Skinheads…

E quando o bicho pega Sandra e seus companheiros de investigação acabam indo se refugiar em uma casa bem afastada da cidade e de toda sua agitação, mas muito mais coisas estranhas acontecem no local e mais reviravoltas entram na história.

Temas como envolvimento com drogas, inveja, status, homossexualidade e o neonazismo são bem abordados pelo autor. Me apeguei aos personagens e suas histórias particulares e fiquei triste com as mortes de alguns deles. As cenas dos assassinatos são brutais e bem descritas, há sangue escorrendo pelas páginas.

O autor mesclou a narrativa entre o presente seguindo a linha temporal e o passado de Sandra, também seguindo uma linha temporal. Assim vamos conhecendo mais sobre sua vida particular e fiquei chocada com tudo que me foi apresentado. Sandra é uma personagem corajosa, com garra e muita determinação. Além disso ela também guarda um grande segredo… será que ela é tão boa moça quanto parece?

O Lado Escuro da Madrugada é um livro de suspense policial narrado em terceira pessoa. Não é um livro longo, a editora Padorga utilizou uma boa diagramação, então a leitura fluiu muito rapidamente.  Me prendi a leitura, gostei da escrita do autor, curti demais o final e por ser um livro de estreia não deixou nada a desejar! Sem duvida vale a pena a ter essa obra.

A leitura deste livro calhou bem com a chegada do meu Kindle, então eu fui alternando entre ler o e-book na rua e o livro físico em casa para ir pegando o jeito e ir me acostumando com a versão digital, e de verdade, valeu muito a pena o investimento! Se vocês ainda estão em dúvida quanto a ter um e-reader não tenha mais! Eu tenho muitos livros físicos e jamais deixarei de tê-los, mas o e-book te faz realmente ler com mais agilidade e sem distrações, continua sendo uma experiência incrível e eu amei! A Amazon lançou um modelo novo do Kindle Paperwhite, agora ele é um pouco menor e a prova d’água. Veja aqui. Depois nos contem o que acharam!

 

Se interessou pela obra? Compre na Amazon o e-book ou livro físico e ajude a manter nosso blog 😉

Viajante, pegue mais uma caneca de cerveja e volte na próxima semana para ler a próxima resenha BR da vez! Nos vemos em breve!


Curte A Taverna? Quer estar por dentro de tudo que postamos e/ou produzimos? Assine nossa newsletter; curta nossa página no Facebook; e nos siga no Instagram!

Siga_nos_instagram